Por que investir em marketing de relacionamento?

06 abr
2017

A constante mudança provocada pela globalização traz tanto oportunidades quanto desafios. Por um lado temos pessoas cada vez mais dispostas a comprar. Do outro, mais empresas querendo vender (e mostrando seus produtos!).

Mas, na prática, elas pouco se diferenciam. E acredite! Apenas 8% dos consumidores acreditam receber algo acima da média das companhias. Ou seja, o mercado não está superando as expectativas. E as pessoas estão cada vez mais exigentes.

Descobrir o que o seu público quer e manter um diálogo frequente não é tarefa fácil. O marketing de relacionamento entra aí, para entender melhor o target e, assim, fidelizá-lo.

O que importa é criar um vínculo verdadeiro. E não somente no momento da venda! Com isso é possível extrair informações de perfis e desenhar a persona ideal. Ao descobri-la você eleva consideravelmente suas chances de vendas.

Então o papel do marketing de relacionamento não é somente fidelizar e reter clientes, mas também transformar prospects em consumidores.

Várias pesquisas já apontaram que preço não é o mais importante na hora de fechar a compra. A maioria se preocupa com a qualidade do atendimento em primeiro lugar. Em alguns casos, até topa pagar mais por determinado produto ou serviço se achar que vale a pena.

Mas como fazer com que ele se disponha a pagar mais?

De acordo com uma pesquisa da CEI (Customer Experience Impact) sobre experiência do consumidor, as principais razões pelas quais um cliente se compromete com uma marca são funcionários amáveis ou serviço de suporte ao cliente (73%); rapidez na resposta para uma dúvida ou ajuda (55%) e experiências personalizadas oferecidas pela empresa (36%). Além disso, a boa reputação de uma marca também conta pontos.

Então, o que você precisa? Basicamente investir em relacionamentos. Especialmente os de longa duração.

Inspire-se na Disney! Eles encantam pelos detalhes. E não só no mundo do entretenimento. Antecipar uma ação, para satisfazer seu público é muito válido.

E lembre-se! Um cliente satisfeito gera um dos melhores tipos de marketing: o boca a boca. Mas esse é um assunto para outro post.